Talvez um dia

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Estou a aperceber-me da dificuldade em que vou ter em publicitar este blogue e acima de tudo a chegar um pouco mais além, no sentido de este ser lido por mais pessoas e quem sabe iniciar assim a tão desejada partilha de experiência e ajuda para sair de uma depressão. Não é um blogue comum, é verdade! Sou bombardeada e seguidora de muitos blogues pessoais efectivamente mais interessantes e divertidos em que a vida é abordada de uma forma bem mais leve e descontraída. Discute-se e partilha-se dicas de maquilhagem, roupas, modas e viagens e sinceramente são muito mais apelativos do que um blogue que descreve uma vida bem mais isolada, longe dos flashes e holofotes, mais pessimista e muito menos colorida! Mas que posso fazer se a minha vida é mesmo esta? Por vezes um completo marasmo e em tons de cinza e preto. Não possuo a beleza física das bloguista de moda, não tenho o seu conhecimento de make-up, aliás é raro maquilhar-me e nem sei de todo se o faço correctamente. De moda nada entendo e sinceramente pouco me interessa, Não tenho o corpo em que as fatiotas assentem bem e mesmo que o tivesse não teria muitas razões para as vestir. Festas, saídas nocturnas? Nem vê-las, mas actualmente pouco me fascinam. Sendo assim, admito que este blogue não vá muito longe, ou até que tenha meia dúzia de seguidores. Talvez alguém que esteja a passar pelo mesmo, por uma depressão, que tenha algumas fobias e medos, ou que tenha sofrido tal como eu de transtorno obsessivo-compulsivo possa compreender um pouco deste mundo, do meu mundo tantas vezes alheado da vivência dos comuns mortais.  Talvez, quem sabe, um dia possa chegar a quem realmente precisa de ajuda e vive isolado na sua própria concha. Talvez aí, atinja o objectivo deste blogue e ajudarmo-nos mutuamente, partilhando o que nos tem ajudado a sair do fundo do poço. Talvez...

You Might Also Like

0 comentários

Divulgar Blogs

Bloglovin'

Follow

Pinterest

Tumblr