Bloquear ou não bloquear, eis a questão!

terça-feira, novembro 24, 2015

Hoje resolvi escrever sobre aquela definição de seu nome "Bloquear" existente no facebook. Todos nós a conhecemos e certamente que já a utilizamos. No início deste ano resolvi que não fazia qualquer sentido utilizá-la e acabei por retirar o bloqueio a dois marmanjos que me chatearam o juízo por uns tempos. Uma vez que me considero uma pessoa civilizada, que aprendi a sair de cena quando é necessário e a respeitar as decisões tomadas por outros, espero sinceramente a mesma atitude por parte dos restantes. 

A minha vida sempre teve uma porta aberta para a entrada de novos amigos e saída daqueles que já não querem fazer parte da mesma. Não obrigo ninguém a ficar quando não é esse o seu desejo. Amizade não se pede nem pedincha, dá-se de coração aberto e sem obrigações ou exigências.

Convenhamos, que não é uma atitude muito madura bloquear alguém e espero com isto não estar a ofender alguém! É apenas a minha opinião. Se realmente houver interesse em saber algo mais sobre o outro, podemos sempre utilizar o facebook de um familiar, amigo ou criar uma conta paralela. Estamos apenas a enganar-nos a nós mesmos quando bloqueamos alguém e pensamos que o assunto está resolvido de vez. Ou será apenas uma atitude para mostrar ao outro que estamos realmente muito zangados e que resolvemos amuar e bloquear, quais criancinhas na escola primária quando dizem "És mau, não brinco mais contigo!"?!

Comigo podem ficar descansados, quando me afasto e interiorizo que não sou desejada na vida de alguém esse afastamento não tem retorno. Não vou procurar por "portas travessas" saber como essa pessoa anda, o que tem feito ou faz da sua vida. A vida continua e certamente que mais e melhores amizades irão surgir. Uns entram outras saem, é a lei da vida e há que saber vivê-la da melhor forma.

Lembrei-me de escrever um pouquinho sobre este tema, pois como abordei na publicação anterior, um certo ser resolveu atacar-me via facebook e como já estava farta de o aturar disse-lhe que escusava de mandar mensagens pois, pura e simplesmente, não as ias ler. Ainda me aconselhou a bloqueá-lo, mas como é óbvio, não lhe vou dar esse gostinho, não tem tal importância na minha vida, é ignorar e deixar falar para o ar! Acreditem que é o melhor a fazer do que andar a alimentar briguinhas desnecessárias.

De resto, a vida é curta, demasiado curta para fazermos tudo aquilo que desejamos e para andarmos a perder tempo com coisas desnecessárias como coscuvilhar a vida alheia. 
Vamos lá viver a nossa vida e da melhor forma possível!

Beijos, abraços e até muito breve!!

You Might Also Like

4 comentários

Deixa o teu comentário!
Agradeço a tua visita. <3
Até breve!

Divulgar Blogs

Bloglovin'

Follow

Pinterest

Tumblr