Lição de vida #2 - Aprendizagem 2015

quarta-feira, novembro 18, 2015

Caras Sonhadoras(es),

O ano ainda não finalizou, ainda faltam mais uns meros 44 dias, mas a verdade é que o tempo passa a uma velocidade enorme. Não tarda nada estamos nos preparativos para o Natal, na habitual corrida pelos presentes (esta parte eu dispenso), a passar horas na cozinha a preparar aquelas delícias típicas da época natalícia que nos trazem água na boca, rodeados pela família em volta da mesa a conviver e a partilhar bons momentos (o que eu mais adoro!!) e passados uns dias andamos na loucura à procura do "outfit" perfeito para usar na virada do ano. Bolas, estamos quase em 2016! 

Este ano tem sido duro em termos de aprendizagem nesta vida. Levei com cada abanão que não estava minimamente à espera, contudo cresci muito com tudo o que tem sucedido e esse tem sido, sem dúvida alguma, o aspecto positivo a retirar de tudo o que vivi.

Queria partilhar convosco "As 4 Leis da Espiritualidade Ensinadas na Índia". No momento em que as li, identifiquei-me por completo, serviu que nem uma luva para responder a todas as minhas interrogações. Já as conhecem?

 4 Leis da Espiritualidade

1ª Lei - "A pessoa que vem é a pessoa certa"

Ninguém entra na nossa vida por acaso! Já devem ter ouvido esta expressão muitas vezes, por ventura, até duvidaram da mesma. No entanto, pelo que tenho experienciado posso concluir que não há nada mais acertado do que esta frase. Todas as pessoas ao nosso redor com as quais vamos interagindo, têm algo para nos ensinar e é através desta aprendizagem que evoluímos ao longo de cada situação que vivenciamos.

2ª Lei - " Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido"

Nada e repito, absolutamente nada, do que acontece nas nossas vidas é obra do acaso ou poderia ter acontecido de uma outra maneira. Até mesmo aqueles pormenores que poderíamos considerar como insignificantes. Quantas vezes já nos interrogamos: "E se eu tivesse feito daquela forma", "E se o outro não tivesse dito aquilo", "E se eu tivesse tomado a outra opção"? Muitos "Ses" são colocados e a resposta é tão simples! Tudo o que aconteceu teve a sua razão de ser, era exactamente aquilo que deveria ter acontecido e tal sucedeu para que pudéssemos aprender aquela lição e seguir em frente. Há que encarar todas as situações da nossa vida como perfeitas, até aquelas menos agradáveis, retirar o que de bom podemos aprender com elas e seguir com a nossa vida sem olhar para trás, sem ter a tentação de ir revisitar o passado. 

3ª Lei - "Toda a vez que iniciares algo é o momento certo"

Tudo acontece na hora certa, nem antes, nem depois. Tudo tem um momento exacto para acontecer. Por vezes vivemos na ansiedade, queremos que seja já e agora, mas na realidade só será no momento em que estivermos preparados para receber tal "benção". Há que preparar o nosso coração, a nossa vida para que tal surja. Isso não significa ficar sentado e de braços cruzados, significa sim, que devemos procurar, mas sem a ânsia de encontrar, chegará até nós quando for o momento certo. 
E no momento que estivermos prontos para iniciar algo de novo nas nossas vidas, para dar aquela viragem que tanto desejamos. é nesse momento que as coisas acontecem, que começam a fluir determinados acontecimentos que nos conduzem para o que tanto queremos. Conhecemos as pessoas certas, por vezes, parecem "caídas do céu", estamos naquela hora e local exactos que nos permitem aceder ao tal emprego, a esbarrar de cara com "a tal pessoa", etc.

4ª Lei - "Quando algo termina, termina"

Se algo acabou nas nossas vidas, seja uma amizade, namoro, trabalho, é para nossa evolução. Custa a acreditar? Vejamos alguns exemplos: quantas pessoas desempregadas arriscaram dar inicio a um novo projecto, voltaram a estudar, outras iniciaram algo por conta própria, outras até aproveitaram para fazer aquilo que realmente as preenchia e que andavam a adiar há anos. O mesmo se aplica às pessoas que saem da nossa vida. Acredito que tal acontece para que outras possam entrar, para que possamos dar oportunidade a outras tantas o que não aconteceria se tivéssemos ligadas ou presas àquelas que deixamos "voar". Dizer que as novas amizades são "melhores" não me parece o mais correcto. Melhor ou pior são palavras muito subjectivas, dependem do ponto de vista de cada um, não nos dizem muito. Diria antes que, quem entra de novo na nossa vida como amigo ou algo mais, provavelmente está numa frequência vibratória semelhante à nossa, tem os mesmos interesses ou então semelhantes, permitindo uma caminhada em conjunto sem conflitos. É quem mais se adequa a nós naquele preciso momento da nossa vida.
Quando algo termina, o melhor é sair, deixar ir, seguir em frente e aprender com a situação. Por vezes temos a tentação de ir lá atrás remexer no passado, voltar a tentar, mas por minha experiência nunca resultou. O melhor é aceitar que terminou e continuar a nossa caminhada.


O futuro começa a ser preparado hoje, a cada decisão por nós tomada. Vamos então viver no Agora, sem ansiar pelo futuro, vivendo cada dia como uma nova oportunidade e tirando o melhor proveito de cada situação!
Se é fácil? Não, não é! Especialmente para quem sofre de depressão! Mas não custa nada tentar e fazer um esforço por tornar o nosso dia melhor, assim como o de todos aqueles que nos rodeiam!

Um grande abraço e um mega beijo para todos!
Até breve!


You Might Also Like

2 comentários

  1. É isso mesmo! Em frente é que é o caminho... Muita força e luz para ti :) bjns <3

    ResponderEliminar
  2. Cláudia, estou imensamente Grata por fazeres parte da minha vida. És uma estrelinha! :*


    Anita - A Caçadora de Sonhos

    ResponderEliminar

Divulgar Blogs

Bloglovin'

Follow

Pinterest

Tumblr