D.I.M.

by - março 08, 2017

8 de Março - Dia internacional da Mulher


Não quis deixar passar este dia sem escrever um pouco sobre o mesmo. Como todos sabem, hoje comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Sabem a razão pela qual se comemora este dia?

Vamos começar com um pouco de história. Cresci a ouvir dizer que "O saber não ocupa lugar", portanto cá vai:

A ideia de instituir o Dia Internacional da Mulher surge no início do século XX nos Estados Unidos da América e na Europa, no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial, quando ocorre a incorporação da mão-de-obra feminina, em massa, na indústria. Assim, celebramos anualmente este dia com o objectivo de relembrar as lutas femininas por melhores condições de vida, trabalho e  de direito ao voto.
Na actualidade, a celebração do Dia Internacional da Mulher perdeu parcialmente o seu sentido original, adquirindo um carácter festivo e comercial.
Nesta data, é usual os empregadores (sem certamente pretenderem evocar o espírito das operárias grevistas que lutaram pela melhoria das condições de trabalho) distribuírem flores ou pequenos mimos como biscoitos e bombons entre suas funcionárias. 
É essencial não nos esquecermos do real motivo da existência deste dia, adoptado pelas Nações Unidas com o intuito de lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres.
É triste ou até mesmo revoltante, ainda existirem imensas desigualdades entre homens e mulheres no acesso ao trabalho, nos salários auferidos, no diferente tratamento que existe entre ambos no local de trabalho, nomeadamente nas posições de chefia, cargos de direcção. A forma como muitas das entidades empregadoras tratam uma mulher que engravida é desumana! O seu posto de trabalho é colocado em causa e os seus direitos muitas das vezes não são assegurados. E quanto à representação feminina na Assembleia da República? Apesar de, em 2015 se ter feito história em Portugal quando 1/3 dos lugares no parlamento foi ocupado por mulheres, ainda há tanto a fazer nesta e outras áreas da nossa sociedade. É inegável o contributo que as mulheres podem dar em cada uma destas áreas e em tantas outras mais! 

Cabe também a nós mulheres, lutarmos pelos nossos direitos e, acima de tudo,  educarmos os nossos filhos para a igualdade de género, para a tolerância e respeito pelo que é diferente e mostrar-lhes o quanto esta diferença nos pode enriquecer. A educação cívica começa em casa e não nas escolas, estas últimas devem ser uma continuação do trabalho efectuado em casa pelos pais e todos aqueles que rodeiam e fazem parte do dia-a-dia da criança. 
A mudança de mentalidades não se faz rapidamente! São precisas algumas gerações para que se alteram formas de pensar que hoje em dia já não fazem muito sentido e que estão completamente desfasadas da realidade, mas que ainda permanecem como resquícios do período em que Portugal "viveu" numa ditadura. 

Eduquemos então, os nossos filhos para a Igualdade, para a Aceitação e Respeito pelo próximo, de modo a que, dentro de algumas décadas já não faça sentido comemorar o Dia Internacional da Mulher, assim como, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, Dia da Criança,  Dia Mundial da Saúde Mental,  Dia Internacional da Pessoa Idosa, Dia Mundial da Inclusão Social e tantos mais que poderia aqui mencionar. A lista seria enorme!!

Que o Dia da Mulher e todos os demais, não sejam apenas motivo de comemoração para fins comerciais e recordados somente em data específica, mas sim, todos os dias do ano! 

Beijos e abraços para todos! 
Até breve! 

(Peço desculpa pelo atraso na publicação deste texto. A minha vida tem sofrido algumas alterações e ainda estou a tentar conjugar todas as mudanças e,  acima de tudo, a aprender a gerir o tempo da melhor forma possível.
A todos os que me seguem agradeço a compreensão e carinho que sempre têm demonstrado para comigo.)

You May Also Like

0 comentários