Ser Romântica é...

quarta-feira, junho 07, 2017

Romantismo, ora aqui está um tema que muito me diz!


Meus caros sonhadores, não estou a referir-me ao movimento artístico e filosófico que abordamos nas aulas de História e Português algures pelo ensino secundário. Quem se recorda dos Maias de Eça de Queirós? Ora, aqui está um bom exemplo!

Deixando de parte este movimento que surgiu no século XIX, vou centrar-me na palavra romântico(a).
Uma vez que adoro curiosidades, não podia deixar de partilhar esta:


  A palavra "romântico" foi utilizada pela primeira vez em Inglaterra por volta de 1750? Esta tinha um sentido pejorativo/depreciativo e só mais tarde é que se perdeu esta característica.


Quando falamos de romantismo, associamos esta expressão a sentimentos, tais como: paixão, sensibilidade, ternura, em suma, estados de alma.

Quem segue este espaço de partilha, provavelmente já percebeu que eu sou a típica romântica inveterada, "dos quatro costados".

O que para mim é ser romântica?! Vou deixar aqui alguns exemplos do que gosto de fazer quando o meu coração palpita, as borboletinhas andam que nem loucas a baterem asas pelo estômago e o pensamento anda só naquela pessoa.


  • Deixar post it's e papelinhos com pequenos mimos na carteira, pasta de trabalho ou até na marmita do mais que tudo. Não me canso de dizer o quanto gosto da pessoa! 
  • Preparar refeições, ainda que possam ser simples. Cozinhar nunca foi a minha tarefa preferida como dona de casa, por essa razão, dedicar o meu tempo a melhorar os dotes culinários e  a preparar algo bom, delicioso e, obviamente comestível, é para mim um acto de amor.  Preparar uma refeição em conjunto acho maravilhoso! 💞
  • Andar de mão dada e não me coibir de demonstrar o que sinto perante os outros, Vá... Sem chocar o público!! Não tenho receio ou incómodo de o partilhar, por exemplo, nas redes sociais. Há quem considere que é demonstrar demasiado da vida privada. Desde que não seja em exagero e num constante bombardeamento, não vejo qualquer mal. Como se costuma dizer: "Quando está tudo bem resolvido, não há nada a esconder."
  • Fazer massagens, ainda que não perceba muito do assunto, pelo menos tento fazê-lo sem deixar o outro pisado. 😁
  • Trazer para casa e oferecer pequenos mimos tais como, bombons, o doce preferido, a flor de eleição, algo que faça relembrar um momento a dois que tenha sido especial. É nas pequenas coisas que se pode fazer a diferença. Não é necessário oferecer grandes presentes, o que é relevante, é o sentimento que se coloca em cada pequeno gesto.
  • Receber e escrever cartas, postais, pequenos textos. Numa era digital, em que se comunica por mensagem de telemóvel, whataspp, e-mail, ainda dou primazia ao que é palpável. Pegar numa carta, ler, sentir o papel nas mãos, o seu cheiro, ver a letra de quem a escreveu, tem um gosto especial e único. Gosto de pegar na mesma passados anos e recordar o que lá está escrito.
  • Partilhar o meu  bolo predilecto, gelado, crepe, waffle com quem gosto. Haverá coisa mais fofa? 😊
  • Sou muito saudosista e se há coisa que gosto é de tirar fotos, muitas fotos, para mais tarde recordar. Seleccionar aquelas que considero serem o reflexo de um momento único e fazer um pequeno álbum criado a partir de um simples e comum caderno e  personalizá-lo.
  • Encontrar aquela música, banda, filme ou série só nossa. Os gostos podem ser muito diferentes, mas é sempre possível chegar a um consenso.
  • Gosto de surpresas extremamente improváveis, daquelas que nos deixam de "boca aberta" sem saber o que dizer, mas de coração cheio.

...

Poderia referir tantas outras coisas que iria tornar esta partilha maçadora!
Quem se revê neste romantismo exacerbado e, por vezes, um pouco meloso e lamechas?!
Já agora, que mais me podem sugerir? 😛

Haja imaginação e vontade de deixar feliz quem nos rodeia e, acima de tudo, quem amamos!

Nunca deixem algo por dizer ou fazer! A vida é demasiado curta, de um momento para o outro tudo pode terminar ou mudar o seu rumo, por isso, expressem o que sentem seja por palavras, comportamentos, atitudes.

Para terminar deixo-vos uma das minhas músicas preferidas (a primeira que comecei a trautear quando estava a escrever), daquelas bem melosas, que fazem chorar até as pedras da calçada portuguesa! 😝


A vida é complicada. E a vida é complicada porque nós mulheres romantizamos tudo ou quase tudo. Ou justamente o que não deveríamos. [...] Ah, o romance! Mulher que é mulher não consegue fugir de um.                                 (Tati Bernardi)

Beijinhos e abraços!
Uma excelente semana para todos vós!

Até breve! 💜

You Might Also Like

4 comentários

Divulgar Blogs

Bloglovin'

Follow

Pinterest

Tumblr