Casos da Vida #1

sexta-feira, julho 07, 2017

O que me traz por cá a estas horas da madrugada é, apenas e só, mais um desabafo. 
Hoje gostaria de partilhar algo que presenciei e me deixou de coração apertado. 


Numa das idas a um estabelecimento comercial aqui da zona (loja de maior dimensão de uma cadeia de hipermercados portuguesa, não divulgo a marca pois não me pagam para isso! 😛), dei de caras com mais um cena daquelas que mexem comigo e me deixam revoltada!

Volta e meia, um senhor costuma estar a pedir "uma moedinha" no parque de estacionamento. Já o "conhecia" de vista de outras circunstâncias. Ao atravessar a Ponte da Arrábida, por vezes, vejo-o a caminhar em ambos os sentidos, no seu passo apressado, gingão e algo desengonçado, falando sozinho ou com alguém que o acompanha e que não é visível ao comum dos mortais, ou então, "conversando apenas com os seus botões". Já me pediu esmola no referido parque de estacionamento e pude perceber que poderá sofrer de alguma perturbação mental ou dependência de álcool ou drogas. Qualquer que seja a sua doença, antes de mais, é um Ser Humano e, como tal, deve ser respeitado e tratado da mesma forma que gostávamos que fizessem connosco, com o mesmo respeito que temos para com o senhor doutor ou engenheiro, a funcionária da loja onde vamos às compras ou o senhor da gasolineira que nos abastece o automóvel. Fui educada desta forma e este é um dos valores que não abdico: Respeitar todo o Ser sem olhar à sua classe social, etnia, idade, sexo ou género!
"Uma alma sem respeito é uma morada em ruínas. Deve ser demolida para construir uma nova."
(Código Samurai)
Este senhor aproximou-se de um outro que se encontrava junto do seu automóvel e pediu uma esmola. Foi tratado de forma hedionda! Há animais de rua que são melhor tratados e cuidados por quem os rodeia. Para além do dito senhor emproado se achar muito superior a quem lhe veio humildemente pedir uma ajuda, ainda o desprezou de forma vil e vergonhosa, afugentou-o como de um animal sarnento se tratasse (pobre coitado, devia ter medo de ser contagiado pela pobreza! sim, estou a ironizar, como é óbvio!!), repelido e sujeito a uma série de impropérios do género: "Vai trabalhar! Tens bom corpo para isso! Sai daqui, já te avisei!". Para além, destas verbalizações, a expressão corporal ainda tornava a cena mais deprimente! 

Fiquei tão incomodada que não podem imaginar! Por ventura, ele saberá da dificuldade que existe em arranjar um emprego quando se tem pouca ou nenhuma escolaridade e a qualificação profissional é inexistente? Se este individuo for portador de uma doença mental ou estiver adicto a qualquer substância ainda piora a situação! Quem lhe dará emprego ou uma oportunidade? Mas o senhor no cimo da sua altivez, não deve estar ciente da realidade que o rodeia, sempre é mais fácil ignorar do que tomar uma atitude e querer promover a mudança. 

💭
(Um pequeno à parte: Esta época do ano, é propicia a empregos sazonais tais como, a apanha de fruta ou legumes e, o que não faltam por aí, são bandos de criminosos que se aproveitam de quem mais necessita para lucrarem e arrecadarem dividendos da forma mais horrenda que possam imaginar. Numa das saídas de apoio aos sem-abrigo da cidade do Porto, partilharam comigo várias estórias de quem foi enganado e tratado como escravo. Após chegarem ao local de trabalho, eram-lhes retirados todos os documentos e meios de comunicação, passavam dia e noite acorrentados uns aos outros pelos pés e era assim que faziam os trabalhos forçados. Apenas comiam pão, bebiam água e ainda eram diariamente agredidos. Esta é a realidade de quem pouco ou nada tem e que, para ganhar alguns euros, se sujeita a estes trabalhos que não exigem qualquer qualificação, apenas desejo de trabalhar e força física para aguentar o trabalho árduo de sol a sol. Mas há quem tape os olhos ou prefira ignorar o que por demais é evidente!)
💭

Já pensaram no quanto deve custar e ser humilhante para um Ser Humano pedir uma esmola?
O que deve sentir naquele momento, o desespero por ter de o fazer, de se rebaixar perante outro ao pedir-lhe meras "migalhas"?
Por vezes, é demasiado difícil ter a capacidade de se colocar no lugar do outro, não é?!

Regressei ao meu carro e já sentada com as lágrimas nos olhos, disse para comigo em voz alta (se calhar também devo estar a ficar "doidinha da marmita", sim eu falo muitas vezes em voz alta quando estou sozinha!): "Que nunca tenhas de passar por isso, nem eu ou um dos meus familiares ou amigos!" Só tenho pena de não o ter verbalizado perante aquele energúmeno! Fiquei chocada e sem reacção naquele momento. Só quando me sentei no carro é que me "caiu a ficha", só nessa altura é que assimilei tudo. Foi tudo tão rápido e numa questão de segundos que só interiorizei todo o sucedido quando parei e me sentei.

"A vida é uma roda gigante
Girando e girando ela ensina
Um dia você está por baixo e no outro você está por cima"

Nenhum de nós está livre de ficar sem o seu sustento. A vida dá muitas voltas, vejo-a como uma roda gigante, um dia estamos no topo, noutro podemos estar no fundo! Desengane-se quem acha que tem tudo sob controlo, que algo assim jamais lhe poderá suceder! Nesta vida não há intocáveis! 

Antes de agir, devemos pensar um pouco: "E se fosse comigo? Gostaria de ser tratado de que forma? Após ter essa resposta interior, agir consoante a voz do nosso coração!"

Desabafo e partilha feita, só anseio que neste mundo haja mais Amor e Humildade e menos sentimento de superioridade e altivez!

Tudo seria tão diferente se lidássemos com o próximo da mesma forma que gostaríamos de ser tratados! 💞


"Todos imos embarcados na mesma nau, que é a vida, e todos navegamos com o mesmo vento, que é o tempo."   (Padre António Vieira)

Beijos, abraços e até breve!
💜


You Might Also Like

27 comentários

  1. Realmente o Ser Humano não tem qualquer respeito pelo próximo e isso deixa-me agoniada! Durante anos no trabalho com o público deparei-me com isso. Infelizmente é essa a nossa realidade! Beijinho
    http://padaandluda.com/

    ResponderEliminar
  2. Estou sem palavras ao ler este texto mas infelizmente pessoas altivas e com a mania que são superiores existirão sempre...

    Beijinhos
    Ricardo
    www.opinguimsemasas.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Olá Anita! Subscrevo cada palavra que escrevestes! Tal como dizes nunca se sabe o que o destino nos tem reservado. A minha bisavó dizia "não cuspas para o ar que ainda te cai em cima". Vivemos numa sociedade muito egoista! https://afarmaciajaponesa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. As pessoas esquecem-se da sua própria humanidade quando se vêm no topo da vida. Acham que toda a gente lhes deve algo e tratam todos os outros como "inferiores". Essa cena que relatas-te é, infelizmente, o dia a dia de muitos. É simplesmente horrível e partilho a mesma opinião que tu, todos devemos respeitar os outros independentemente do que seja.
    Beijinhos.
    www.littlewonderlandxo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Anita,
    A vida é realmente uma roda gigante. Já vi muito nesta vida... não me preocupo com essas pessoas altivas e egoístas, elas cavam a sua própria sorte sozinhas. Mais tarde ou mais cedo, a vida sempre se encarrega de pôr as coisas no seu devido lugar. Mesmo que o pedinte seja sempre um pedinte (seja qual for a razão), o sr. altivo não terá sempre o "mundo" garantido...ninguém o tem.;) Kiss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elisabeth, também concordo contigo.
      Tudo nesta vida se paga. O preço pode demorar a chegar, mas vem sempre e quando menos se espera.
      Obrigada pelo comentário!
      Beijinhos <3

      Eliminar
  6. Realmente o ser humano não pensa às vezes que podem estar fazendo mal com simples palavras jogadas ao vento, adorei o texto e a forma de como escreve, "sotaque português" hahah ;)

    ResponderEliminar
  7. As pessoas precisam respeitar o próximo. Até quando essas coisas vão acontecer


    www.apressadadesainha.com

    ResponderEliminar
  8. Respeitar para ser respeitado. Já diz aquele ditado. Amei o seu desabafo.
    Beijos, www.rainaracarolina.com

    ResponderEliminar
  9. Olha tambem fiquei chocada e de coração partido quando li Seu post, como pode existi um ser humano assim, nossa seria tão diference se amassemos o proximo como a nos mesmo. Sucesso, parabéns pelo post

    ResponderEliminar
  10. Infelizmente há pessoas que trata a outra com se fosse um bicho com doenças, elas se acham melhor, dignas, se sente superior só porque está em uma situação mais confortável. Mas essas pessoas se esquecem que hoje elas podem está no alto hoje, mas o amanhã elas podem está na mesma situação ou até pior. Temos que respeitar qualquer pessoa não importa a situação que a pessoa esteja, isso é um ato de amor com o próximo, bjs.

    ResponderEliminar
  11. Esse tipo de situação é bem complicada... Julgamos muito, tudo e a todos, e achamos que como as pessoas estão na situação triste em que se encontram, todas querem tirar vantagem ou nos fazer mal... Alguns estão colhendo o resultado de suas ações... Mas não cabe a nós julgar né?

    ResponderEliminar
  12. Falta respeito, humanidade com o próximo! Falta amor mesmo! Que situação chata!

    ResponderEliminar
  13. É revoltante ver estas cenas. Mas um dia esse gajo (isto é pra não lhe chamar nomes piores) vai "pagar" por essas actitudes que tem. Sim, eu acredito que tudo se paga NESTA VIDA, e não numa próxima.
    Sou sincera, não costumo dar esmola, moedas, o que lhe queiram chamar, mas quando me aparece algum pedinte (geralmente à saída do supermercado) eu pergunto se tem fome. Alguns dizem que não, que só querem uma moedinha, eu não os insulto, não maltrato, apenas digo que moedas não dou. Se qtiverem fome dou do que comprei, e dou com muito gosto.
    Sei que é preciso dinheiro para as suas dependências mas também sei que muitos não se preocupam em tentar encontrar ajuda para elas. Preferem ir pelo caminho mais fácil (ou não) que é pedir esmola.
    Lembro-me bem de um menino que costumava estar no parque de um supermercado onde eu costumava ir que pedia pra arrumar o carrinho pra poder ficar com a moeda. Um dia perguntei-lhe pra que queria aquela moeda e ele disse que no fim do dia tinha de chegar a casa e dar ao pai para ele no dia seguinte ir pró café beber cerveja. Fiquei com um nó no estômago. Vi-o olhar para os sacos de compras e então perguntei se tinha fome. Baixou a cabeça e disse que sim, muita fome. Peguei num saco e meti dentro iogurtes, pão, bolachas e fruta. Não me esqueço dos olhos do menino, esbugalhados e com lágrimas, e a agradecer-me. Pegou logo numa maçã e trincou-a com puro deleite. Sempre que me via lá no supermercado vinha ter comigo, não me pedia nada, mas eu dava-lhe sempre que comer e ele sempre foi embora feliz (pelo menos naquele momento eu via que estava feliz).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando são crianças fico ainda mais aflita. Na grande maioria dos casos se não levam para casa determinada quantidade em euros apanham e não é pouco. :(
      Obrigada pelo teu comentário e um grande beijinho! :*

      Eliminar
  14. Lindo texto
    Infelizmente tem pessoas que esquecem do seu passado...
    O respeito com todos em primeiro lugar

    ResponderEliminar
  15. Respeito é tudo! Infelizmente acontece! Mas o negocio é bola pra frente e ir adiante.

    ResponderEliminar
  16. Oi,
    Respito para o mundo... sabia que sou deficiente auditiva, já sofre demais.. logo melhor para as pessoas.. né
    Bjo

    ResponderEliminar
  17. seu texto me deixou sem palavras..
    exatamente o ser humano hoje em dia ta tao ruim tao egoista...
    mas eles mesmo vao receber o que fazem de volta...
    o mundo gira e volta tudo prs vc
    plante o bem que o bem voltara
    a mesma coisa com o mal...
    brijos

    ResponderEliminar
  18. Concordo demais com você. A vida da muitas voltas e jamais devemos fazer ao próximo algo que não gostaríamos que fosse feito a nós.

    ResponderEliminar
  19. Texto maravilhoso, amei demais, realmente tudo o que ta é o que mais ta faltando no ser humano

    ResponderEliminar
  20. Infelizmente episódios lamentáveis como esse vivem acontecendo, é muito triste realmente, as pessoas perderam respeito pelas outras e respeito é algo que não se deve deixar perder, independente de cor, sexo, raça, religião, classe. Muito bom você ter vindo fazer esse desabafo.

    ResponderEliminar
  21. É muito triste e doloroso se deparar com uma cena dessas, ver uma pessoa maltratar a outra dessa forma é muito chocante.
    Eu ainda acredito que existem pessoas com bom coração, que tratam as outras que necessitam com compaixão e respeito.
    Essa pessoa amarga e egoísta que maltrata um semelhante que pede ajuda, com certeza um dia vai receber o que merece.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderEliminar
  22. Histórias como essa faz com que a gente meio que perca a fé no ser humano.
    Pessoas desse tipo sempre vão existir. Infelizmente.

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderEliminar
  23. Nossa você escreve super bem , só li verdades parabéns continue assim

    ResponderEliminar
  24. As pessoas são muito má! Mas não perca o equilíbrio, respira e siga em frente!!!!! <3

    ResponderEliminar
  25. Olá Anita, sabes... eu penso nisso também, ninguém está safo de sofrer uma reviravolta na sua vida. Tudo pode acontecer! podemos perder tudo num instante, ninguém sabe o dia de amanha... mal sabemos o de hoje. Acredito também que o universo trata de dar a cada um aquilo que merece, este "senhor" que não soube ter um pingo de compaixão ou respeito, terá o seu dia. Resta nos saber se ele irá aprender a lição ou repetir os seus erros. Beijinhos! PS também falo sozinha... estudos dizem que as pessoas que falam sozinhas em voz alta, são inteligentes!

    ResponderEliminar

Divulgar Blogs

Bloglovin'

Follow

Pinterest

Tumblr